fé cega, faca amolada

Milton Nascimento canta divinamente ! Eu amo especialmente essa musica Fé cega, faca amolada

Agora não pergunto mais pra onde vai a estrada
Agora não espero mais aquela madrugada
Vai ser, vai ser, vai ter de ser, vai ser faca amolada
O brilho cego de paixão e fé, faca amolada

Deixar a sua luz brilhar e ser muito tranquilo
Deixar o seu amor crescer e ser muito tranquilo
Brilhar, brilhar, acontecer, brilhar faca amolada
Irmão, irmã, irmã, irmão de fé faca amolada

Plantar o trigo e refazer o pão de cada dia (Plantar o trigo e refazer o pão de todo dia)
Beber o vinho e renascer na luz de todo dia (Beber o vinho e renascer na luz de cada dia)
A fé, a fé, paixão e fé, a fé, faca amolada
O chão, o chão, o sal da terra, o chão, faca amolada

Deixar a sua luz brilhar no pão de todo dia
Deixar o seu amor crescer na luz de cada dia
Vai ser, vai ser, vai ter de ser, vai ser muito tranquilo
O brilho cego de paixão e fé, faca amolada

Isso ai que é minha fé cega, minha faca amolada: Meu feijão, meu cuscuz maroquinho, meu camarão, meu quiabo, meu molho de vinho branco com mexilhão e colombo, minha pimentinha esperta. Qualquer maneira de comer vale a pena, vai ser, vai ser, vai ser faca amolada. Um brilho cego de paixão e fé, faca amolada – deixar a sua luz brilhar e ser muito tranquilo