Pimenta na saúva dos outros é refresco

Tenho mais de 30 anos de convivência com o Brasil. Cheguei no paraíso baiano vindo da França após uma temporada na Argentina pela primeira vez em 1986. Naquele ano a escola de samba de São Clemente concorrendo no grupo 1B do carnaval carioca fez um samba enredo irreverente e crítico chamado Pouca Saúde e Muita Saúva, os Males do Brasil são. Segue as letras :

Desperta Brasil
Desse coma entre vorazes tubarões
Vindo por terra ou por mares
Poluindo nosso ares, explorando nosso chão
Impondo ordens em receitas estrangeiras
No acoito das saúvas brasileiras
De Norte a Sul « Brasil-Invest » por aí
E outros males como FMI
Mate a saúva antes dela te matar
O peso é muito para um morto carregar
Pouca saúde, pouca grana pra gastar
Oh! Seu ministro onde a coisa vai parar?
Oh! Que tristeza, a realidade brasileira
A malária que era só do Norte
No Sudeste chegou forte, correu a nação inteira
O arlequim ficou biruta e ri à toa
Da Colombina tão bonita e tão sacana
Dona de um banco de sangue tão bacana
Que deixou o Pierrot descascando uma banana

Fila pra lá, fila pra cá
Pra marcar a hora certa do defunto desfilar

Mas que saudade
Dos tempos idos que não voltam mais
Vovó quando doente era curada
Com elixir, biotônico e outros chás
Jeca Tatu tão doente e explorado
Espera a salvação chegar
Mais a diligência da saúde
Vem puxada por saúvas
Que a nova república deu fim… no Delfim

Ai de mim
É AIDS sim!
Paetês e silicones desfilando por aí
E os meus direitos humanos
A São Clemente cobre na Sapucaí

bb41e8_dd1cb4f0bc3348f28ef987a192262777_mv2

Botafogo já era fogo desde 1952, o ano que para ele tudo começou como começou para mim.. O GRES São Clemente concorria no grupo 1B, na série B do carnaval carioca e terminou segundo colocado em 1986. Já em 2018 está firme no grupo especial onde terminou na décima e primeira colocação. O São Clemente melhorou com certeza ! Por outro lado o Brasil piorou em vez de melhorar ! Mas Honni soit qui mal y pense ou Onisuaquimalipanse como foi o tema do enredo deles de 2017. Brasil continua a fogo baixo no quesito ordem e progresso! Toda espada de são Jorge é pouca para afastar o mal do Brasil. O quadro já é caótico ! Brasil tá pegando fogo. Na terra abençoada por Deus. Brasil tá pegando fogo. E não há bombeiro perto pra apagar esse fogo hereditário antes das fogueiras do São João. A razão disso é que esse fogo é divino. Brasil é movido a fé e feitiço. E quando nem a fé nem o feitiço resolve apela ao político. O político brasileiro é o representante eleito por Deus e o povo para dar rumo a essa nave desnorteada. Haja desespero. Ainda bem que Deus é brasileiro! Imagine se não fosse ! Deus vai ajudar o Brasil com fé em Deus. Deus é presidente, Deus é senador, Deus é deputado federal, Deus é governador, Deus é vice presidente, Deus é prefeito, Deus é deputado estadual, Deus é vereador. Deus é juiz e Deus é advogado e claro Deus é réu. Deus é brasileiro, meu filho. Na terra do diabo e do sol Deus é Jeca Tatu, bode velho . Ele sabe o que faz. Tá pegando fogo. Pois bem. É momento de fé e momento de esperança. Deus vai tocar samba em qualquer momento agora. Deus é gasolina, Deus é caminheiro. Brasil como um todo teme em Deus. Brasil teimoso persiste e assina. Deus vai salvar o Brasil. Deus tem outros nomes . Já foi Django Goulart. Já foi Tancredo Neves. Já foi Ulisses Guimarães. Já foi Sarney ! Já foi Collor. Já foi Lula. Já foi Felipe Henrique. Já foi Dilma. Agora Deus tem por nome Temer. E esse aí como todos os prévios sabatinados em nome do Pai, do Filho e do Espírito do carnaval teme a Deus. Sabatinados foram tambem sanctificados os vices do Arlequim.

O sonho de um vice é sempre de se promover quem sabe calife no lugar do calife, deixar de ser apenas um grande vizir para sempre.

Para ser eleito e agradar a Deus e ao Diabo as ditas chapas foram constituídas. Fediam mas o povo tampava o nariz votando nelas apesar do cheiro forte de gamba feito de carpa podre e de coelho corrupto.

Bem que tinham alguns profetas que depois de jogar os búzios anteciparam o desastre. Só olhando nesse processo o rei apenas e se esquecendo do vice-rei que só aguardava sua hora. Como artilheiro em frente do gol rezando chegar o momento para dar seu bote. O Deus brasileiro é fanático doente de futebol. Adora uma bola, adora brincar de bola. Adora jogo de bicho, loto, jogos de azar. O Deus brasileiro é rei da ginga. Dribla melhor que Pelé, Neymar, Ronaldo, Ronaldinho e Mané Garrincha reunidos em quadrilha. Essa bola é que nem uma rosa ungida. Ela vai absorver, dizem seus adoradores, todas as maldades que assolam a terra abençoada. Um novo Deus está nascendo das cinzas de malária do Brasil. Será, acredita-se, bem votado em todas as capitais. Piadamente o voto que cada brasileiro depositará na urna será como sempre um voto obrigatório. Cada cidadão brasileiro votará em sua alma e consciência para seu líder máximo. E ao mesmo tempo para seu vice líder. Quem não cumprir sua obrigação eleitoral vai ter que pagar uma multa. Vai ter que justificar seu voto. Ou melhor seu não voto. Isso se chama também dízimo. Deus é Pai, Deus é Pastor e por isso precisa de rebanho cativo e ovelhas precisam de orações. Precisam da mão de Deus estendida como mordidas leves de pastor alemão para recolocar a ovelha perdida no caminho certo. Ovelhas adoram suas hóstias. Seus cânticos. Seus jejuns. Seus Macunaimas ! Seus Policarpos Quaresmas ! Brasil pra ser curado de todos seus males vai precisar de muitas orações mesmo. Creia em Deus. A bola ungida é o símbolo do amor e o símbolo do carinho. Essa bola tem uma missão quase bíblica . Ela vai tirar o Brasil da beira do colapso. O Brasil pode voltar a ser feliz. Tem que renascer que nem o Fênix das suas cinzas e se reestruturar. Antes da Copa do Mundo da Rússia. Dá pra se reerguer em duas semanas? Só se for no Brasil. Na Argentina havia as viúvas de Maio. No Brasil se Deus não tomar jeito de homem haverá viúvas e viúvos de maiô para ser juízes desse jogo. Tomara que o apito final seja feliz. Empate não serve. Derrota nem pensar. Só serve a vitória ! Clara e nítida ! Tipo 6 a 1 ! Fora disso o time volta pra casa de mão abanando e aí Deus livre o Brasil que todo mundo sabe é muita saúva. E como bem falou Auguste de Saint-Hilaire (1779-1853) há uma eternidade atrás bem antes do Mário de Andrade:

“Ou o Brasil acaba com a saúva, ou a saúva acaba com o Brasil”