Tour de France 2016

No verão adoro assistir o Tour de France. Minha tarde toda fica mobilizada para assistir na tevê essa corrida ciclista e isso desde menino. Posso até curtir um jogo de futebol mas ver esse povo escalar montanhas, subir e descer ladeiras todo santo dia durante 4 a 5 horas por dia por quase 3 semanas é coisa à parte. Além do mais você viaja através da natureza francesa. Adoro ! Tem gente que pega um trailer e segue o Tour no percurso todo durante 3 semanas. Tem outras pessoas que fazem o mesmo percurso do Tour que é conhecido bem antes da largada (muda cada ano) : esses eu admiro. Quando eu era bom de bicicleta eu até fazia uns 100 km na modalidade cicloturismo. Colocava a bicicleta em cima do carro. Estacionava o carro. Fazia um percurso de até 50 km atravès a França, tirava fotos, conversava. A gente parava num bom restaurante. Enchia a barriga do bom e do melhor e voltava feliz da vida para o carro. Pronto. Conheci muitas regiões da França assim. Outras vezes eu até deixava o carro em casa. Pegava o trem com minha bicicleta. Chegava perto do meu destino e aí comecia a descoberta de uma região . Me lembro muito bem da última vez que fiz isso. Era em 1986. Tomamos o trem de Paris até Niort. E daí de bicicleta percorremos a Venise Verte, no Marais Poitevin entre Niort e La Rochelle. Naquela mesma ocasião estive na Ile de Ré. Naquela época nem ponte tinha. A travessia foi de barco mas sempre com a bicicleta. Me lembro muito desta viagem porque naquela ocasião comi enguias e gias pela primeira vez.. Hoje Bena Coelho me fez a pergunta seguinte : tem ciclistas brasileiros no « peloton » ai ? Pensei muito e falei assim : brasileiros não, japoneses não, chineses não, indianos não, mas tem neste Tour australianos, sulafricanos, colombianos, americanos e parece até que vi um mozambicano ! Mas BRASILEIROS, não . Tem muitos europeus, isso sim. Franceses, espanhóis , italianos, belgas, alemães, poloneses, checas, portugueses, ingleses, HOLANDESES, sim, mas brasileiros não ! Colombianos por exemplo sempre foram fortes nas montanhas, nos Alpes, nos Pireneus. Foi o que eu falei. Depois fui pesquisar e veja bem: um brasileiro até ganhou a 9a etapa no Tour de France de 1991, logo no dia 14 de julho em Rennes. Que eu saiba ele é o único vencedor brasileiro de uma etapa no Tour de France. Parece que ele tem uma empresa de roupa esportiva em Curitiba. O nome dele : Mauro Ribeiro. Salve, salve ! Mas hoje não tem mais brasileiros no Tour. Um dos favoritos é Nairo Quintana, um colombiano. E hoje quem ganhou a 15a etapa entre Bourg-en-Bresse e Culloz foi outro Colombiano: Jarlinson Pantano. Viva América Latina ! Mas tanto no ciclismo como no futebol a roda rola……..na América Latina….